Uma tecnologia que já existe há anos são os aparelhos auditivos, mas hoje em dia, contam com tecnologias sofisticadas. O primeiro aparelho auditivo foi criado em 1898 e desde então, tem sido aprimorado para chegar em um resultado mais confortável e com uma funcionalidade ainda melhor.

Com os chips de processamento digital revolucionado a indústria da adução, é possível contar com modelos internos que dão maior discrição para as pessoas com deficiência auditiva. A tecnologia tem melhorado cada vez mais a qualidade dos aparelhos auditivos, mas continuam se inovando.

Evolução dos aparelhos auditivos

O tempo passa e a tecnologia também vai buscando se inovar, permitindo que essas inovações chegassem até os aparelhos auditivos. O mercado já disponibiliza diferentes aparelhos que apresentam funcionalidades diferenciadas, com aplicativos que permitem o ajuste do aparelho, entre outros.

Com muita praticidade encontrada, permite que o usuário tenha mais autonomia com o seu aparelho. Cada vez menores e com mais recursos, as criações não param, buscando entregar um número maior de funcionalidades, oferecendo discrição, facilidades e praticidades para quem usa aparelhos auditivos.

Conforme a tecnologia continua avançando, os aparelhos já vão contar com bateria recarregável, com sincronização com aparelhos do dia a dia e com uma duração muito maior. As funcionalidades são realmente um mundo de possibilidades para esses aparelhos, mas o principal objetivo é aumentar a qualidade da percepção sonora. Confira algumas inovações:

Lentes auditivas

Essa é uma tecnologia que ainda está em fase de testes, mas está prometendo revolucionar o mercado de aparelhos auditivos. Com elas, existe a possibilidade de tratamento para quem tem problemas de audição. As lentes serão colocadas na membrana do tímpano, recebendo um sinal de laser com o aparelho que é montado na parte externa da orelha.

A tecnologia deve converter o sinal de laser em vibração física, o que vai permitir um número maior de frequências do a maioria dos aparelhos convencionais. Essa nova tecnologia pode contribuir para o tratamento de Surdez Manaus, onde apresenta um alto índice de pessoas com deficiência auditiva.

Aparelhos ligados a produtos de áudio

Os aparelhos auditivos devem ficar ainda mais conectados com outros dispositivos. Com a tecnologia digital e sem fios, é possível que eles se encaixem em diferentes dispositivos, usando Bluetooth com aparelhos celulares ou TVs, por exemplo.

Compatíveis com smartphones

Os aparelhos auditivos também devem começar a ser compatíveis com os smartphones. Alguns modelos já apresentam essa tecnologia, mas a tendência é que se consiga fazer essa conexão ainda mais ampla. Assim, caso seja necessário procurar por instruções, não vai ser necessário olhar no mapa. O telefone pode falar direto pelo ouvido com alguns aparelhos auditivos.

Orelha a orelha

Essa é uma tecnologia sem fio, sendo a expectativa para que todos os aparelhos consigam ser sincronizados, facilitando e melhorando a qualidade da audição. Hoje em dia, usar duas próteses já é uma boa vantagem para quem tem perda auditiva em dois ouvidos, no lugar de usar só uma. Com essa sincronização, se potencializa e otimiza a capacidade de ouvir.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *